<<< rolagem filme >>> posicione e arraste o mouse
"Para fazer uma obra de arte não basta ter talento, não basta ter força, é preciso também viver um grande amor." W.A. Mozart.

sexta-feira, 13 de junho de 2014

PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DESPERTANDO TALENTOS...


+ 160 DINÂMICAS para o PROFESSOR desenvolver as Inteligências Múltiplas/capacidades inatas do SEU FILHO, através da: Pedagogia da Autonomia e Pedagogia do Afeto, nos livros:

1) Práticas Pedagógicas Vivenciais. Ed. Vozes. 3o Edição. Vilmabel Soares. Livro INDICADO no Portal do Professor do MEC:http://portaldoprofessor.mec.gov.br/conteudoJornal.html?idConteudo=2664

2) Dinâmicas de Grupo e Jogos. Editora Vozes.

Adquira seu livro AUTOGRAFADO (SOMENTE NA BEL'ARTES), pela escritora da Editora Vozes, Vilmabel Soares:
http://www.espacobelartes.com.br/livros.htm

<<< Os livros estão disponíveis nas livrarias: Cultura, Saraiva, Submarino, Americanas, Siciliano, entre outras.>>>

BLOG: http://www.praticaspedagogicasvivenciais.blogspot.com.br/

CURSOS FACILITADOS pela professora, Vilmabel Soares:

1) PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DESPERTANDO TALENTOS
http://www.cedeppe.com.br/curso_192.html

2) CUIDANDO DOS CUIDADORES COM ARTE-TERAPIA
http://www.cedeppe.com.br/curso_191.html

CURRÍCULO da Vilmabel Soares
http://www.vilmabelsoares.cedeppe.com.br/

CEDEPPE - CENTRO DE DESENVOLVIMENTO PESSOAL E PROFISSIONAL
http://www.cedeppe.com.br/

CONTATO: vos190213@cedeppe.com.br

CELULAR: 53 99525859

FACEBOOK: https://www.facebook.com/vilmabel.soares.5

SKYPE: vilmabelsoares

quinta-feira, 15 de maio de 2014

DINÂMICAS DE GRUPOS E JOGOS

http://www.formador.com.br/

http://www.espacobelartes.com.br/livros.htm

LIVRO: EU E O ESPELHO: CÂNCER DE MAMA E AUTOCURA - AUTOAJUDA

http://cancerdemamaeautocura.blogspot.com.br/

https://www.facebook.com/ProjetoAmorCura


Amor Cura, Amor Cura Câncer, Amor Saúde, Amor Trata Doença, Mundo, Câncer, Notícias
O amor realmente cura? Ele pode ajudar no tratamento e superação de doenças graves? A secretária Ellen Mello, que tem 31 anos e acabou de passar por 12 sessões de quimioterapia, afirma que sim, o amor tem poder para curar. Com esse pensamento, ela criou o Projeto Amor Cura, que por meio de uma página no Facebook arrecada acessórios para ajudar na autoestima e dar atenção para quem enfrenta a doença. E você, acredita nisso?

Independentemente da resposta, convido você a conhecer a história da menina que nasceu em Osasco, região metropolitana de SP, e aos 7 anos se mudou para os Estados Unidos em busca de esperança... Esperança de encontrar a cura para a doença de sua irmã Emily, 6 anos mais nova, diagnosticada com cistinose. É uma doença rara, caracterizada pelo acúmulo anormal do aminoácido cistina, que forma cristais prejudiciais à função das células e ataca, principalmente, os rins e os olhos.

Por conta do problema de Emily, em 1992, a família Mello foi morar em Connecticut, nos Estados Unidos, onde havia um especialista na doença. Os médicos brasileiros não acreditavam sequer que a menina aguentaria a viagem. Mas eis aqui o primeiro fato que surpreendeu a medicina: Emily não só aguentou a viagem, como superou todas as expectativas de tempo de vida dada a ela.

Em 1997, Emily precisava de um rim novo. A mãe, dona Cicinha, não pensou duas vezes e, assim que os exames confirmaram a compatibilidade das duas, doou o órgão à filha. “Tem prova de amor maior que essa? Minha mãe deu uma parte dela para minha irmã, e todos apoiamos essa atitude”, relembra Ellen.

Com o rim novo, Emily passou a ter uma vida normal. Até que algo não planejado aconteceu: “Aos 21 anos minha irmã engravidou, e os médicos norte-americanos não nos deram esperanças de que a gestação seria algo feliz; pelo contrário, disseram que traria complicações", conta. Entretanto, a gravidez dela foi bastante saudável, contrariando a expectativa dos médicos. "Nosso amor não nos permitiu desanimar, sabe? Nós estávamos assustados, mas ao mesmo tempo muito felizes com essa nova vida na família", conta Ellen.

Porém, assim que o bebê nasceu, o rim de Emily parou. Foram três anos e meio na fila por um doador e mais 12 horas diárias de hemodiálise em casa. Em 2011, um tio de Emily e Ellen, residente em em São Paulo, descobriu que poderia ser o doador. Finalmente o transplante do segundo rim de Emily aconteceu.

Descoberta do câncer

Para completar a felicidade da família Mello, em dezembro de 2012, Ellen se casou com um brasileiro que mora há anos no mesmo estado norte-americano que ela. O momento era alegre, porém a vida, mais uma vez, pregou uma peça na família. Em maio de 2013, ela foi diagnosticada com câncer de intestino. Foi em uma sexta-feira que antecedia o domingo das mães.

“Eu perdi o chão. Pôxa vida, sempre fui o braço forte da minha mãe, cuidei da minha irmã, me sentia o porto-seguro da família e, de repente, descubro um câncer, do tamanho de uma bola de beisebol, dois dias antes do dia das mães?”, declarou Ellen ao Brasil Post, em meio às lágrimas.

“Chorei muito, mas depois que saí do hospital com esse diagnóstico, comecei a receber mensagens no celular, pelas redes sociais, flores, cartões de amigos, familiares, e isso foi me dando forças e ânimo para encarar a doença. Pensei: 'ok, estou com câncer, então agora vou fazer o que posso para combatê-lo sem deixar de ser feliz'. As pessoas acham que ter essa doença é fim de vida, mas não, a vida é muito maior, e esse amor das pessoas que estão ao nosso redor é essencial, é o que me tornou forte”, reflete.

Para Ellen, o amor e o carinho que ela recebeu foram fundamentais durante o tratamento. Quando questionada se em algum momento a descoberta do câncer causou revolta, ela responde com brilho nos olhos: “Sabe o que eu sempre digo? Deus só coloca no nosso caminhãozinho o tanto de areia que conseguimos carregar, e o meu caminhão aguenta muita carga!”

Hoje, depois de ter removido o câncer com cirurgia e ter completado o tratamento com 12 sessões de quimioterapia, Ellen adquiriu 25 quilos, perdeu a sensibilidade na ponta dos dedos e da parte inferior das pernas, mas conquistou muitas amizades e autoestima. Aliás, amor e autoestima são a fórmula mágica dela para enfrentar qualquer doença: “eu sei que a medicina explica a cura do câncer por meio da quimioterapia, mas, se não fosse o amor das pessoas, eu não sei se seria fácil passar por isso. Até mesmo pessoas que eu conheci apenas pelas redes sociais me ajudaram muito. E é por isso que eu resolvi iniciar o Projeto Amor Cura, que é uma maneira de eu retribuir todas as coisas boas que as pessoas também fizeram por mim.”

O Projeto Amor Cura começou com uma página no Facebook e busca arrecadar acessórios, como lenços, colares, pulseiras e perucas, para doar aos pacientes que enfrentam o câncer. Para a jovem, essa é uma maneira de dar amor, atenção e também ajudar na autoestima de quem tem a doença.

As primeiras arrecadações foram feitas no estado de Connecticut, onde Ellen mora atualmente, e estão sendo distribuídas em São Paulo. “Quis fazer a primeira doação para brasileiros porque senti vontade disso. Nos Estados Unidos, o governo ajuda os pacientes e entrega inclusive perucas, mas aqui não. Sei da dificuldade que as pessoas têm em conseguir passar por um tratamento como esse. Então entrei em contato com uma ONG de São Paulo, e, com a ajuda da menina que fundou o Banco da Autoestima, estou entregando tudo que juntei até agora”, explica ela.

Se você sentir vontade de ajudar, seja a ONG brasileira Banco da Auto-estima ou o Projeto Amor Cura, fundado pela Ellen, deve curtir a página no Facebook para entrar em contato com as meninas. Elas vão passar o endereço para onde os acessórios podem ser enviados. “O que você vai doar pode ser pequeno, mas esse gesto de amor vai ser enorme para quem vai receber a doação. E o amor cura, eu acredito nisso”, conclui Ellen com sorriso no rosto.

*Aluna do Curso de Abril de Jornalismo/2014

DINÂMICAS DE GRUPOS E JOGOS - O FORMADOR

http://www.formador.com.br/

http://www.espacobelartes.com.br/livros.htm

http://dinamicasparagrupos.blogspot.com.br/

http://www.sbdg.org.br/web/

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Câncer de Mama tem Cura - Eu e o Espelho

Câncer de Mama tem Cura - EU E O ESPELHO - LIVRO

Em breve novo livro da autora, Vilmabel Soares, EU E O ESPELHO - Câncer de Mama tem Cura




Exercícios de teatro, psicodrama, expressão corporal, criatividade, meditação e artes... Nos livros:1) Dinâmicas de Grupo e Jogos.
2) Práticas Pedagógicas Vivenciais. Editora Vozes. Livro INDICADO pelo Portal do Professor do MEC: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/conteudoJornal.html?idConteudo=2664

 Adquira seu livro AUTOGRAFADO pela professora, escritora da Editora Vozes e Arteterapeuta em Formação,
Vilmabel Soares:
http://www.espacobelartes.com.br/livros.htm

Um abraço,
Vilmabel Soares

sábado, 12 de abril de 2014

DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM, FALTA DE ATENÇÃO, HIPERATIVIDADE...

Dinâmicas de grupo, brincadeiras, exercícios de teatro, psicodrama, expressão corporal, criatividade, meditação e artes... Nos livros:1) Dinâmicas de Grupo e Jogos.
2) Práticas Pedagógicas Vivenciais. Editora Vozes. Livro INDICADO pelo Portal do Professor do MEC: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/conteudoJornal.html?idConteudo=2664

 Adquira seu livro AUTOGRAFADO pela professora, escritora da Editora Vozes e Arteterapeuta em Formação,
Vilmabel Soares:
http://www.espacobelartes.com.br/livros.htm

Um abraço,
Vilmabel Soares

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

PEDAGOGIAS DO TEATRO - VOLTA AS AULAS

PROJETO TEATRO PEDAGÓGICO
O Projeto Teatro Pedagógico é de cunho educacional, social, artístico e cultural.
O projeto oportunizará oficinas de incentivo a leitura e interpretação através das artes e arteterapia, em especial através do teatro.

OBJETIVO: Facilitar o desenvolvimento da criança e do adolescente nos aspectos: social, afetivo, emocional, racional e físico, bem como trabalhar com a Educação Formativa Comportamental: Valores, atitudes, afetividade, autoestima, relacionamento interpessoal e inteligências múltiplas.

PROCEDIMENTO:
Oficinas de:
Incentivo a leitura (histórias narrativas, textos reflexivos, parábolas, fábulas, metáforas educativas, poesias e músicas).
Interpretação verbal, corporal e artística em especial teatral a partir das leituras realizadas.

          TÉCNICAS:
Brincadeiras, práticas pedagógicas, dinâmicas de grupo, exercícios de expressão corporal, psicodrama, criatividade, meditação e artes.

          PÚBLICO-ALVO:
Crianças e adolescentes de 7 a 14 anos.

          FACILITADORA: Vilmabel Soares, Educadora brinquedista, Escritora e Arteterapeuta em Formação.

          LOCAL: Nas Escolas, Livrarias e Brinquedotecas.

DIAS: Segundas-feiras às Sextas-feiras.


Ref. Livro: "Práticas Pedagógicas Vivenciais" e "Dinâmicas de Grupos e Jogos". Autora: Vilmabel Soares. Editora Vozes.

Contato: vosgg@bol.com.br





ONDE ADQUIRIR?

LIVRARIA RELATIVA

LIVRARIA FOLHA DE SÃO PAULO

http://www.livrariagalileu.com.br/home/pesquisa.asp?str_pesq=SOARES%20,%20VILMABEL&cmb_pesq=Autor&origem=detalheLIVRARIA GALILEU


Portugal:

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

PRÁTICAS PEDAGÓGICAS...

É com satisfação que compartilho a notícia de que meu livro PRÁTICAS PEDAGÓGICAS VIVENCIAIS indo para sua 3o edição nas livrarias! Sucesso em vendas!
Agradeço à todos aqui que acreditam em meu trabalho!

Um abraço.

terça-feira, 15 de outubro de 2013

MENSAGEM DIA DO PROFESSOR!

Prezado professor(a), se você é aquele professor que vive incomodado com o mau Você professor, vive preocupado com o comportamento dos seus alunos: conversa excessiva, bagunça inquietude... Temos UMA SOLUÇÃO para você: Os livros “Práticas Pedagógicas Vivenciais – exercícios práticos para trabalhar: valores, atitudes, afetividade, autoestima, relacionamento interpessoal, inteligências múltiplas e autoconhecimento” e “Dinâmicas de Grupo e jogos” é constituído de mais de 160 exercícios práticos, material didático-pedagógico para facilitar aos professores o melhor relacionamento interpessoal entre professor-aluno e aluno-aluno, como também orientá-los através de sugestões e técnicas de relaxamento físico e mental para que seus alunos possam ficar atentos para o aprendizado construindo valores e atitudes positivas – Bom Comportamento!
FELIZ DIA DO PROFESSOR!
Com carinho,
Vilmabel Soares - Professora, escritora da Editora Vozes, Arteterapeuta em Formação.
Facilitadora do Processo ensino-aprendizagem.
É com satisfação de COMPARTILHO aqui meu livro no portal do Professor no MEC - Práticas Pedagógicas vivencias...


Professor (a) no que for possível, escreva-me contando o que gostaria de mudar/melhorar em sala de aula que retorno respondendo ao seu email. Um abraço.




ONDE ADQUIRIR?

LIVRARIA RELATIVA

LIVRARIA FOLHA DE SÃO PAULO

http://www.livrariagalileu.com.br/home/pesquisa.asp?str_pesq=SOARES%20,%20VILMABEL&cmb_pesq=Autor&origem=detalheLIVRARIA GALILEU

Portugal:
Oi. eu sou a Vilmabel e estou com o estágio por fazer da pós-graduação em  Arteterapia, estou buscando contato com as escolas e CAPS na cidade de São José do Norte, Rio Grande e região Sul.
Objetivo trabalhar com a Saúde Mental e Emocional através da Arteterapia nas escolas, clinicas e hospitais.
Arteterapia resumindo posso dizer que é fazer terapia através das artes. Assim como o psicólogo faz terapia com o paciente através da psicoterapia, tendo como ferramenta principal a expressão através da fala, na arteterapia o terapeuta faz terapia com o paciente através das mais diversas artes (dança, teatro, modelagem, música, desenho, pintura...), o paciente expressa seus sentimentos e emoções através das artes sem se perceber, trazendo retorno em menor tempo com terapia e menos gasto, quer dizer: o custo-benefício é melhor.

Meus projetos são:

NAS ESCOLAS:

PROJETO: ARTE-TERAPIA E O MELHOR RELACIONAMENTO INTERPESSOAL EM SALA DE AULA
OBJETIVO: Melhorar o comportamento dos alunos em sala de aula, trabalhando com valores, atitudes, afetividade, autoestima e relacionamento interpessoal através da arte-educação e arteterapia refletindo no melhor aproveitamento do aprendizado, harmonia de viver em grupo e bem-estar.

PROJETO: ARTETERAPIA E RELAÇÕES AMOROSAS
OBJETIVO: Facilitar a passagem da menina para a adolescente de maneira natural, possibilitando falar de suas vivencias em relações amorosas com naturalidade, responsabilidade e prevenção...

NOS HOSPITAIS E CLINICAS:
SAÚDE MENTAL E EMOCIONAL: PROJETO SEM MEDO DE VENCER
A Arteterapia hospitalar e clinico visa:
. Resgatar o desejo de cura.
 . Fornecer ao paciente meios de expressar sentimentos e emoções para liberação de sentimentos de raiva e revolta por estar doente;
. despertar o paciente para mudança de crenças e atitudes positivas quanto a possibilidade de cura.
. Desenvolver formas criativas de expressão corporal e artística de se lidar com a doença e diminuir o stress;
. Fazer o paciente rir, pois o riso é terapêutico.
“Muitos trabalhos científicos atestam que durante o riso, as lágrimas (quando você chora de rir), e a boca, passam a ter mais imunoglobulinas. Que são anticorpos naturais. O cérebro produz beta endorfina, que ajudam a relaxar e reduzem a dor. O nível de cortisol, hormônio produzido pela suprarrenal, que no stress aumenta nocivamente, diminui. Rir reduz a tensão muscular, oxigena o corpo, tem um efeito anti-inflamatório nas juntas e ossos, enfim aumenta a capacidade imunológica.”

Meus livros são:
1)    Práticas Pedagógicas Vivenciais – exercícios práticos para trabalhar: valores, atitudes, afetividade, autoestima, relacionamento interpessoal, inteligências múltiplas e autoconhecimento.
2)    Dinâmicas de Grupo e Jogos
3)    O 3º livro é sobre a força do pensamento positivo e arteterapia no uso da cura, dos sonhos e do amor... Esse é surpresa...
Quem tiver interessado em conhecer meus projeto favor entrar em contato comigo: telefone 5182497143 e email. vosgg@bol.com.br